Panóptico

Posts Tagged ‘contrapropaganda

Televisão no meu busão, não

with 13 comments


Em caso de tentativa de furto do seu olhar, cubra a tela
Para informar abusos ligue para Movimento Acorda São Paulo 0800-156-1984 ou acesse http://www.minhamentenaoehpenico.gov.sp.br

No início de 2007, os usuários de ônibus de São Paulo foram pegos de surpresa. Quem entrava num ônibus e pretendia chegar ao seu destino com segurança, respeito e rapidez, recebia uma propaganda do Mcbacon, uma porção de videoclipes de grandes gravadoras e um bocado de “pegadinhas” e “videocassetadas”.

Começava aí o ataque em massa dos interesses privados sobre o espaço público e o tempo coletivo na autodenominada “Cidade Limpa”. O site da empresa responsável pela instalação dos televisores nos ônibus e pela transmissão do sinal deixava bem clara a vantagem do sistema: “Audiência cativa pelo período médio de duas horas por dia”, “único canal sem risco de zapping”, “foco único de atenção a bordo dos ônibus”.

Após um curto período de teste, o sistema foi expandido. Outras empresas de transmissão entraram no negócio e novas concessionárias de transporte instalaram televisores sobre a cabeça de seus usuários.

Numa época de queda geral de audiência, a novidade vinha bem a calhar com os interesses das grandes emissoras do país. Com uma massa de pessoas confinadas diante de telas de televisão exibindo uma programação incessante estaria instituído o fim do controle remoto, o fim da ida ao banheiro, o fim do botão “desligar”.

Foi, então, em 2009, que o sequestro dos olhares se consolidou. A Rede Globo, um dos maiores oligopólios de mídia do mundo, entrava no jogo. A teleidiotização dos cidadãos de São Paulo estava, finalmente, garantida.

Hoje, todos os dias, em centenas de ônibus da cidade, capítulos legendados das novelas e outros enriquecedores programas da Globo acompanham todo cidadão que, dentro do busão, revolta-se com o trânsito de carros parados e a qualidade do serviço de transporte mais caro do país.

Contra esse ataque a nossas mentes, contra a privatização do espaço público, contra a priorização do transporte privado motorizado e contra o avanço da comercialização de um direito, protestamos!

Relacionados:
Lei municipal nº 6681/65 ou como ser torturado em um ônibus [Update], artigo, blog do Tsavkko
Militantes do MPL protestam contra aumento nas tarifas e pela tarifa zero dentro da Secretaria de Transportes, notícia, CMI
Informação? Só ferindo privacidade, artigo, Panóptico
Mais uma do Bilhete Único espião, artigo, Panóptico
Tarifa única de ônibus em SP, só pagando adiantado, artigo, Panóptico
Notícias de um trânsito invisível, artigo, Panóptico

Written by panopticosp

dezembro 23, 2009 at 0:23

Dafra, você por cima da merda

with 13 comments

É ótimo quando vemos alguém que usa seu tempo na internet para algo realmente útil e realmente engraçado.

Todos os dias somos obrigados a aturar um ataque publicitário autorregulamentado. O número de telespectadores irritadores com produtos que não atendem ao prometido não é baixo.

O criador da contrapropaganda, portanto é porta-voz de muitos. Aparentemente, a dublagem foi feita por algum profissional. Talvez uma agência concorrente, talvez um autônomo experto. Assim é perdido o mérito, uma vez que seria uma contrapropaganda feita apenas para apoiar outra marca.

Written by panopticosp

maio 25, 2009 at 12:02

Construir para destruir

leave a comment »


Arte: BLU. Todos os direitos reservados. Parte do Nakba60 exhibition

Written by panopticosp

julho 2, 2008 at 17:04

Publicado em cultura urbana

Tagged with ,

Propaganda contra Unilever

with one comment

A indústria de cosméticos é aquela que produz campanhas mundiais sobre a beleza. Ela ensina desde cedo, da Ásia às Américas, como uma mulher deve parecer e ser.

Numa propaganda com edição rápida, música pop e verdade, o greenpeace contra-ataca uma das maiores anunciantes do mundo.

Vemos uma criança na primeira cena e segue-se uma seqüência de imagens de destruição de uma floresta, é o caminho da produção dos produtos da marca Dove.

98% das florestas de planície da Indonésia serão destruídas quando Azizah [a menina] tiver 25 anos de idade.

A maioria é destruída para fazer óleo de palma, usado nos produtos Dove.

Fale com Dove antes que seja tarde

sobre: Florestas de Borneo estão sendo destruídas para produzir óleo de dendê

Written by panopticosp

abril 24, 2008 at 12:43

Publicado em publicidade

Tagged with ,

Anti-publicidade em pontos de ônibus

with one comment

need-grand-ls.jpg
No banco em azul: “Você não precisa disso [publicidade]”
Imagem: Anti-Advertising Agency. Todos os direitos reservados

Packard Jennigs e a agência Anti-propaganda deram um trato nos bancos de paradas de ônibus de Oakland (EUA), que servem de suporte para publicidade.

A agência passou pelos bairros perguntando que estilos de propaganda eles achavam mais chatos, então, a partir da pesquisa Jennings desenvolveu ilustrações personalizadas para cada bairro e a cidade ganhou bancos livres de chateação.

bancoonibus_02.jpg
Imagem: Anti-Advertising Agency. Todos os direitos reservados

:: mais fotos dos bancos de parada de ônibus anti-publicidade

Written by panopticosp

fevereiro 14, 2008 at 10:34

Universal: Nem parece banco

with 5 comments

universal.jpg

Criação: Dan Feld. Fonte: Desemblogue. Indicado no Rapadura Açucarada

Relacionado:
Confio na justiça de deus e na justiça brasileira

Technorati tag: universal, igrejauniversal.

Written by panopticosp

junho 18, 2007 at 16:20

Publicado em cultura urbana, publicidade

Tagged with ,

I Salão Nacional do Pára-Brisa

leave a comment »

salao_para_brisa.jpg

Intervenção urbana em rede nacional sobre o espaço privado móvel

Os coletivos brasileiros Poro + Pão com Durex (MG), GIA (BA), EIA (SP), Entretantos (ES), Interatividade (CE), Grupo Empreza (GO), ArRUAssa (PA), Deambulações Periféricas (SC) e Êxito d´rua (PE) convidam todos cidadãos, estudantes e artistas a criarem trabalhos a serem afixados/deixados/encaixados nos pára-brisas de carros, ônibus, caminhões e caminhonetes estacionados nas ruas, praças e parques das cidades de Belo Horizonte, Salvador, São Paulo, Vitória, Fortaleza, Belém do Pará, Goiânia, Florianópolis e Recife.

A escolha dos veículos que receberão as obras em cada cidade será feita pela equipe formada por quem estiver presente no dia da realização.

Os trabalhos serão colocados (“aplicados”, “expostos”) nos pára-brisas dia 07/07/2007

Mande sua criação para as 9 cidades até dia 02 de julho de 2007.

:: Mais informações do I Salão Nacional do Pára-Brisa ::

Informação do Vírgula-Imagem

Written by panopticosp

junho 15, 2007 at 12:41

Publicado em cultura urbana

Tagged with ,