Panóptico

Cyrela maquia entorno de empreendimento e camufla prédio abandonado

with one comment

O centro, certamente, está entre os melhores bairros de São Paulo. Objeto de uma atrapalhada campanha de “revitalização” governamental para atração da classe média, a área começa a entrar no mapa das incorporadoras imobiliárias.

A questão é que a classe média não se adapta em qualquer habitat. Seus membros, mesmo os jovens e saudáveis, necessitam não apenas de um ninho bom, precisam de um que pareça bom.

A incorporadora Cyrela vai construir um prédio moderno no bairro e chegou com tudo. Dirigindo sua publicidade para jovens, lançou concurso de fotos sobre o centro – com computador apple como prêmio -, fez campanha no twitter e em bares badalados da região.

No material publicitário se lê que o prédio estará “completamente integrado com a Rua Avanhandava”, a rua vizinha cheia de restaurantes. Anos atrás, o dono dos restaurantes decidiu fazer sua própria decoração na rua para atrair turistas e formou o que chamou de boulevard. Nesta, a faixa de pedestres, por exemplo, foi apagada da esquina (este ano, após cinco, ela voltou).

O prédio da antiga sede do INSS, abandonado há duas décadas, também é vizinho do Mood – como se chama o edifício da Cyrela. Ele já foi ocupado pelo menos três vezes por famílias sem-teto, que pedem que seja dado uso ao espaço.

Escamotear a realidade, camuflando os prédios abandonados pelo governo e escondendo a vida das kitnets do quarteirão, foi a primeira tarefa da incorporadora.


A parede de fundos do prédio do INSS, vizinho do novo empreendimento imobiliário, em março de 2008.


A mesma parede, em julho de 2010, após camuflagem


A parede de outro prédio ao lado, em maio de 2007.


Vista do muro onde se viam vários grafites, em julho de 2010.


O muro do prédio abandonado decorado com imagens de São Paulo e o stand do empreendimento, em julho de 2010.


Visão dos fundos do prédio do INSS durante uma das ocupações, em abril de 2010. Imagens do interior da ocupação aqui


A família de Rosnéia, que, após ser despejada do prédio, foi para baixo do viaduto. No dia seguinte, sua família foi também expulsa da calçada. Mais imagens aqui


Segundo a incorporadora, um boulevard. Cadeirantes não são bem-vindos.

Na manhã de 4 de outubro de 2010, o prédio foi novamente ocupado pela Frente de Luta por Moradia. Os manifestantes pedem o cumprimento do Termo de Compromisso entre os governos federal, estadual e municipal para habitação de interesse social.

Em uma semana, a incorporadora maquiou o entorno e deu um banho de loja em todos os vizinhos feios e indesejados. O prédio do INSS não abriga uma só pessoa há 20 anos.

Contando com a apatia executiva e a visão limitada do judiciário sobre a função social da propriedade, quando a primeiro petisco for servido no espaço gourmet do Mood, com o auxílio dos governos revitalizadores, muita gente que vive há anos no entorno deve ter seus aluguéis inflados pela valorização da região e terá que rumar para a periferia com sua escova de dentes.

Written by panopticosp

outubro 6, 2010 às 14:09

Publicado em política, publicidade

Tagged with

Uma resposta

Subscribe to comments with RSS.

  1. foda…, muito bonito post sobre essa situação lamentável. Por que não fazer moradias populares ali? Criar empregos decentes ao invés de forçar as pessoas a trabalhar na informalidade e chupinhar delas com esse jogo de gato e rato que é a vida dos camêlos. É ridiculo pensar que quem traz a muamba pro país têm apoio de senadores e quem a vende é perseguido e têm nos seus perseguidores a “possibilidade” de comprar uma facilidadezinha aqui e outra acolá. Até por isso os perseguidores no fundo acham boa a brincadeira. Circulo vicioso de ineficiência e miséria.

    matiasmm

    outubro 9, 2010 at 0:38


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: