Panóptico

Recomendação da Fiat para o fim de semana

with 3 comments

A auto-regulamentação publicitária é uma maravilha.

Numa reunião você e seus colegas publicitários decidem criar um código de conduta para “evitar excessos”. Decidem, por exemplo, que:

Não se permitirá que o anúncio contenha sugestões de utilização do veículo que possam pôr em risco a segurança pessoal do usuário e de terceiros, tais como ultrapassagens não permitidas em estradas, excesso de velocidade (…)

Escrevem uma série de outras normas. Toda vez que o Estado, zelador dos interesses do cidadão, questiona os anunciantes e afirma que determinadas propagandas causam dano à sociedade, os auto-regulamentados gritam contra a “censura prévia”, afirmam a democracia e reclamam liberdade criativa.

Querem que acreditemos que VELOCIDADE é apenas um recurso criativo dos anúncios e não tem nada a ver com dirigir um automóvel em alta velocidade. Afinal, o recurso de associar emoção, perigo, velocidade e poder ao automóvel, nunca foi usado para vender carros.

Para poupar os auto-regulamentados, já vamos deixar a resposta que nos dão toda vez que são questionados: numa democracia os cidadãos são livres para escolher seus produtos e decidir como usá-los. A peça em questão se refere à velocidade de atendimento da instituição bancária. Os censores de plantão enxergam excessos em todas as obras, isso é censura e não podemos permitir isso num país como o Brasil.

Relacionados:
Novo Fiat Palio: a emoção está aqui
Dirija fora da linha
CONAR aceita campanha da Volks que ridiculariza preocupação com velocidade
Não reduzir na lombada é hilário, aceita CONAR

Written by panopticosp

agosto 23, 2008 às 12:30

Publicado em publicidade

Tagged with , ,

3 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. […] Recomendação da Fiat para o fim de semana Novo Fiat Palio: a emoção está aqui […]

  2. […] que invadem a pista exclusiva na tentativa de fazer valer a teoria da qual foram convencidos pelo marketing e até pelo cinema: a de que o carro é um meio de transporte rápido nas grandes cidades. Não […]

  3. […] que invadem a pista exclusiva na tentativa de fazer valer a teoria da qual foram convencidos pelo marketing e até pelo cinema: a de que o carro é um meio de transporte rápido nas grandes cidades. Não […]


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: