Panóptico

Motoboy, invisível que incomoda

with 2 comments

A informalidade que caracteriza o serviço do motoboy coloca-o fora do abrigo das instituições formais da sociedade. Trafegar pelo meio do corredor, muitas vezes entre ônibus e caminhões, é apenas uma das conseqüências do enredo informal no qual o motoboy está inserido. Nesse ponto ele se torna um violador das normas instituídas, pelo simples fato de não participar delas. Andar na contramão, furar farol, parar sobre a faixa e outras irregularidades acabam adequando-se ao esquema de quem se percebe alijado das instituições sociais. Essa “agilidade” tem um preço e faz pensar na capacidade da sociedade em tolerar e incentivar toda uma categoria a viver e trabalhar fora do abrigo da institucionalização. As leis e normas que idealmente são feitas para regular a vida em sociedade e zelar pelo funcionamento das instituições acabam sendo inóquas quando dirigidas a quem não participa formalmente do jogo social.

O motoboy acidentado aparece nos noticiários graças ao agravamento do trânsito de uma cidade cujas veias não suportam mais a seiva que transporta. O motoboy que agiliza serviços e encurta prazos, atrasa a rotina cidade quando sai de sua rotina invisível. Nesse ponto, ele passa a ser visto. Vira assunto no jornal. Leis são feitas para ele. Umas “pegam”, outras viram moeda de troca entre os representantes do poder e quem a ele deve se submeter. Outras simplesmente somem. Leis num país de apenas alguns cidadãos carecem de eficácia. Leis são elementos públicos, num país em que as calçadas são mosaicos desarranjados da privacidade de cada imóvel a invadir o espaço público das ruas. A falta de normatização é a falta de um projeto unitário. Isso incentiva a criação de mais leis, para tentar normatizar o caótico, o que provoca a ingerência nas coisas mais básicas.

Fonte: Remoto, Canal*Motoboy

Written by panopticosp

fevereiro 8, 2008 às 14:18

Publicado em transporte

Tagged with , ,

2 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. […] de textos abaixo, dos blogues Panóptico e Different Thinker: Motos – parte I Motos X Carros Motoboy, invisível que incomoda Mentira para idiotas é a alma da Veja A criminalização dos motoboys em SP This entry was […]

  2. […] poderia deixar de ser, vou comentar a nossa matéria que saiu na Veja SP…, artigo, Motoblog Motoboy, invisível que incomoda, artigo, Panóptico Motos x carros, artigo, Panóptico Motos, trânsito, status e mortes, artigo, […]


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: