Panóptico

Mentira para idiotas é a alma da Veja

with 4 comments

motoboy_revistinha1.jpg
Imagem via xforum

Legenda da mentira: “Cena comum: motoboy se desequilibra e cai sozinho na Avenida Doutor Arnaldo”

Atualmente a revistinha é inbatível. Chegou lá, conseguiu ser uma das piores revistas do mundo com mentiras diretas, óbvias, claras e infantis.

Segundo dados da CET, a maoria esmagadora dos acidentes fatais ocorre devido a colisões laterais, ou seja, a moto é atingida lateralmente, o motocilista cai e é atropelado em seguida. Dado o caráter frágil do corpo exposto, os ferimentos são geralmente graves. O serviço de resgate do corpo de bombeiros estima que a cada dez saídas para um atendimento de emergência, três são para resgatar um matociclista ferido ou morto. As motocicletas mais acessíveis apresentam poucos dispositivos de segurança, o que é agravado pela grande quantidade de motos sem condições de uso que trafegam pela cidade. Muitas motocicletas ainda usam um sistema de frieo à lona, em detrimento do sistema a disco, mais moderno. Na hora da freada de emergência, o custo do equipamento transfere-se ao estado que mobiliza sua infra-estrutura para cuidar da vítima. O Hospital das Clínicas de São Paulo já é um dos centros mundiais de amputação de membros inferiores — uma das áreas do corpo mais atingidas nas quedas de moto.

Fonte da verdade: Remoto, Canal*Motoboy

Written by panopticosp

fevereiro 8, 2008 às 14:54

Publicado em mídia, transporte

Tagged with , , ,

4 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. […] não seria desrespeitado em rádios de grande audiência, não diriam em grande revista que ele cai sozinho, não veria um colega morto no asfalto a cada 24 horas e não seria alvo de leis malucas a cada […]

  2. Cheguei aqui pelo Apocalipse Motorizado. Realmente a Veja se supera a cada semana! Relacionar o tipo de freio com os acidentes só pode ser coisa de ignorante. Evidentemente o freio a disco tem qualidades superiores, mas ambos os sistemas convivem ainda em boa parte dos automóveis e ônibus, não havendo nada de errado em se usar os freios a lona. O que é de fato necessário é saber freiar e isto, como motociclista que fui, vejo que a maior parte dos motoboys não sabe fazer, aumentando a chance de se envolverem em acidentes. A verdade é, como você escreveu em outro post, que eles são uma classe invisível e abondonada a própria sorte, odiados por todos os outros usuários das vias públicas, nesta guerra diária que chamamos de trânsito.

    Renato

    fevereiro 26, 2008 at 9:42

  3. […] Panóptico e Different Thinker: Motos – parte I Motos X Carros Motoboy, invisível que incomoda Mentira para idiotas é a alma da Veja A criminalização dos motoboys em SP Esta entrada foi escrita por luddista e postada em 25 de […]

  4. Tenho uma Empresa de Motoboy http://www.aluguemotoboy.com.br/ e a minha realidade era antes ver acidentes entre meus funcionários, daí eu mudei o sistema de atendimento ao cliente mudando a atuação de Hora para Ponto, isso tira a necessidade de o Motoboy correr… e diminuiu muito os acidentes.

    Julio Cesar

    novembro 3, 2011 at 16:55


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: