Panóptico

Bicicletas públicas em Paris

with 2 comments

bike_station.jpg
Fonte: velib.paris.fr. Divulgação.

Segundo reportagem de Stefan Simons publicada no Der Spiegel International e traduzida pelo UOL, em 15 de julho Paris inaugurará um sistema municipal de aluguel de bicicletas públicas.

O Vélib terá cerca de 750 estações com 15 bicicletas cada. Para alugar uma bicicleta basta cadastrar-se, comprar créditos (29 euros pagam um ano de assinatura do serviço de 30 min. de jornada, por exemplo), chegar a uma estação e passar o cartão magnético.

Você faz o que tem que fazer pela cidade – sem trânsito, sem poluição, sem barulho – e depois deixa o veículo em qualquer uma das estações.

O usuário pode carregar o cartão online, em instalações da prefeitura ou dos correios. Em algumas estações também será possível utilizar passagens do metrô para pegar uma bicicleta.

velib.jpg
Veja algumas imagens do sistema neste vídeo do Le Monde (1,43min., áudio em francês)

Enquanto Paris fecha as margens do Sena à circulação de automòveis aos finais-de-semana e espalha bicicletas pela cidade adaptando idéias simples e criativas com custo mínimo, a idéia de transporte integrado dos subdesenvolvidos da cidade e estado de São Paulo resume-se em restringir gradualmente a integração dos modos de transporte. Prometeram uma tarifa única para metrô+ônibus, elegeram-se e veio o cadastro de bilhete único, menos horas de validade, fim de descontos, terminais com catracas que desperdiçam tempo de integração válida e cia.

A indicação da reportagem foi do blog da Soninha

Referências:
Vélib (em francês)
Roue Libre, site (em francês)
Paris de bicicleta, artigo do Conexão Paris.
Paris à bicyclette – Redescobrindo o romance da bicicleta, por Stefan Simons para Spiegel On Line International. Tradução UOL, 16/06/07.
Rediscovering the Romance of the Bicycle, Spiegel On Line (em inglês), 15/06/07.
Provos, verbete Wikipédia.

Technorati tags: velib.

Written by panopticosp

junho 19, 2007 às 20:21

Publicado em transporte

Tagged with ,

2 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. Bem, cada cidade(ou país) tem o governante que merece.

    Eu como ciclista faço a minha parte e tento sensibilizar as pessoas sempre que elas me pedem alguma informação sobre o assunto.

    Mas, quem sabe daqui a 50 anos, quando tudo estiver detonado mesmo, os brasileiros comecem a ver o equivoco de pensar somente no transporte individual motorizado.

    Abraços Ciclísticos!

    Arnoud

    julho 14, 2007 at 5:32

  2. sou um amante da bicicleta
    Estou em Paris e as bicicletas públicas são muito utilizadas
    É uma pena que os nossos governantes trogloditas não perceberam o quanto é bom para a saúde do povo e para as finanças do estado pois diminui os gastos com a saúde pública

    Antonio Ricardo Pimentel

    maio 22, 2010 at 16:51


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: