Panóptico

Cartilha sobre abordagem policial

with 24 comments

Cartilha do Centro de Direitos Humanos de Sapopemba, elaborada com a colaboração de diversas entidades, expõe de forma breve e didática as regras de abordagem policial.

Baixe a Cartilha de abordagem policial aqui

Technorati Tags: policia, abordagem+policial

Written by panopticosp

janeiro 24, 2007 às 17:38

Publicado em política

Tagged with ,

24 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. Agradesso a voceis por me deixa sabendo dos direito da comunidade. Esses policial não tem direito de chegar na gente com grocerias, eles devem sabe que quem paga eles é nois com nossos imposto. nois temos liberdade de ir e vir pra onde quiser e se eles quiser prender alguem tem que ir no vagabundo e nao nos trabalhador do povo. eles sabem quem sao os assaltante pois eles fizeram curso pra isso e ganhao muito bem. esses cara ando de arma na cintura assustando a gente pensando que sao grande coisa. eles tem é que trata a gente bem como ser umano por exemplo,, o assaltante sempre da pinta de que fez alguma coisa, qualquer um ve e todos sabe quem eles sao. So a policia nao sabe. eles nunca vem nada e sao ums iguinoranti. alguns pode se bom mais a maioria e iguinoranti. Agora a genti sabe que nois temo direito e nao temos dever de responde nada pra eles nem mostrar documento. por qualquer coisinha que a gente faça eles vem tira satisfasao com ironias. a gente tem direito de vender um cd um relojo cigarro e remedio mais barato pra ajuda o povo sem te que da explicasao pra essa gente. agente ta trabalhando. se tivese robando era diferenti. eles tem que pega e os politico e prende tudo e bota no pau de arara pra eles ve oque é bom. tem que mete o pe na porta e entra é na casa deles pra ve como vive esa corja. meu sobrinho esses dia tava fumando um baseadinho, que podi né, na praça na frente da casa dele chegou a policia e encosto a mao nele, revistarao o carro todo e nao acharam nada. vo dize pra ele processa por abuso de autoridade, assim ele pode ate pega um dinheirinho desses cara. eles tao ai e pra protege a comunidade. obrigado

    jose clemente

    abril 14, 2007 at 7:17

  2. […] Agosto 22, 2007 Amanhã, dia 23, 10h acontece no Salão de cidadania no Prédio da Secretaria de Justiça (Pátio do Colégio) o lançamento da 2a. edição da Cartilha sobre Abordagem Policial. […]

  3. A abordagem policial é indispensável para à segurança do cidadão, com ela é possível impedir que ações criminosas sejam executadas.
    Existe uma interpretação errada acerca da abordagem policial; não podemos generalizar que todos os policais são grosseiros ou mal educados.
    Para o policial fica impossível saber quem é o criminoso ou quem é o cidadão de bem apenas pela aparência física, daí a necessidade da abordagem policial.
    O cidadão precisa ter a consciência que ser abordado é a prova que instituição policial está cuidando dos seus direitos e garantindo a sua segurança.
    Direitos Humanos é ter os seus direitos garantidos e o cumprir os deveres na linha

    Kalistrato C. Valcácio

    setembro 23, 2007 at 9:55

  4. olá, eu fui abordado por um policial, naminha cidade, cendo que a mesma, é uma cidade peguena do interior de sp, moro a 12 anos nela, um belo dia meu dois funcionario me liga no meu celular falando que estava sendo abordado por varios policiais da cidade, todos conhecidos, vou até o local com minha moto ele pedem com toda arrogancia para que eu mecolocase sobre a parede e me apaupou por todo lado, a pir parte é quando ele pega minha carteira que estava meus documentos pessoais e meu celular e literalmente joga no chao, ao terminar a abordagem eu fui pegar minha carteira o policial impedia, e mandava eu deixar no chao mais isso tudo com muita brutalidade, e hoje tenho vergonha quando encontro as pessoas que ficaram olhando o trabalho norgento desse policial, mais ainda tenho intençao de entrar com um recurso contra ele, sei que não vou ter razao talvez por eu ser um cidadão e ele ser um policial, eu posso falar 10 verdade ele com uma mentira a lei vai a favor dele, essa é a lei brasileira, onde o cidadão de bem não tem direito de nada nada nada!!!!

    lindomar rodrigues

    fevereiro 22, 2008 at 0:35

    • Olha rapaz ninguem gosta de se abordado, mais esta comporvado que 70% dos delinquentes são presos pela PM atráves da abordagem, que requer uma tecnica, segurança como os companheiros PM, as pessoas que passam no local e até mesmo com quem esta sendo abordada; são coisas que um leigo não vai entender.
      Tem tb daquelas pessoas que sempre vão protestarem; são aquelas que tem conta com a justiça, os foras da lei, os arruaceiros ou tb quendo tem casos de alguem na familia que andam na ilicitude. Daí fica dificil explicar para essas pessoas.
      Conheço muitos casos de pessoas que criticavam a ação de abordagem da policia, hojem depois que foram beneficiados, bate o joelho no chão e rezam pela proteção dos PM, essas pessoas dizem hojem que falavam bobagem porque não entendia o serviço da policia.
      Então meu rapaz ao inves de esta dizendo bobagem vamos ajudar o trab da policia, prestando informações, denunciando esses marginais que vc ou sua familia poderá ser uma vitima deles.

      notlide

      julho 31, 2009 at 13:36

    • Olá meu amigo !
      Acredito ser necessario algumas abordagens poiliciais mas tudo dentro de tecnicas, já fui abordado por 02 policias com idade aproximada de 35 a 40 anos, onde eles foram totalmente educados, no seiu caso caberia uma denucia junto a corredoria de uma forma anomina pois assim os superiores deles poderiam tomar providencias futuras.

      Ricardo

      fevereiro 15, 2010 at 20:54

  5. Oi, Lindomar.

    A arrogância e desrespeito parecem ser parte da corporção. Ademais as pessoas de acordo com sua aparente classe social e status são tratadas de forma diferente nas abordagens da polícia. Em verdade, só algumas pessoas com classe e cor “suspeitas” são abordadas. E com toda o desrespeito que vc relatou.

    Uma opção é fazer uma denúncia na ouvidoria de polícia http://www.ouvidoria-policia.sp.gov.br/

    e continue divulgando o seu caso, uma opção é contar em detalhes em
    publique. midiaindependente.org

    sorte!

    panoptico

    fevereiro 22, 2008 at 11:18

  6. Outro dia fui retirar uma bagagem que me fora enviada por um parente através de uma empresa de ônibus; na oportunidade fui tratado com arrogância e desrespeito pelo funcionário da empresa que me deixou quase uma hora esperando, enquanto ele conversava com uma mulher no telefone; partindo disto, baseado no comentário do blog acima, posso dizer que todo funcionário de empresa de ônibus é arrogante e desrespeitoso assim como todas as empresas de ônibus; se vc for maltratado pelo médico, com vários da minha família já foram, vale a mesma regra, assim como os dentistas, advogados, prefeitos, vendedores ambulantes que nos empurram porcarias etc. Generalizações são ferramentas de pessoas que não conhecem a realidade do mundo em que vivem. Sou policial, pai de família, respeito meus vizinhos e respeito as pessoas na rua; em contrapartida, várias vezes fui desrespeitado e tratado com arrogância quando tentava realizar o meu serviço da melhor forma possível. Ainda assim, não deixei de acreditar nas pessoas de bem que precisam da polícia.
    obrigado

    iremar vasques

    março 18, 2008 at 14:11

  7. Olá, Iremar.

    Generalizações são uma alternativa de análise de uma realidade. A realidade não pode ser capturada e analisada em sua totalidade, justamente por ela ser muito complexa, ser muito variada.

    Por exemplo, podemos afirmar que pessoas do sexo masculino comemem mais que pessoas do sexo feminino. Isso é uma generalização, certo?

    Mas sabemos que existem mulheres que comem mais que homem. Isso invalida a generalização? Não, claro que não, porque a generalização foi baseada numa observação da realidade, ela reduz a realidade, ela generaliza um recorte de mundo.

    O que o artigo e o comentário a que vc se refere dizem que a corporação policial é um problema. Se vc é policial, deve saber disso. Com certeza vc enfrenta ou enfrentou dificuldades com seus superiores e seus colegas ao tentar fazer seu trabalho corretamente.

    abraços

    panoptico

    março 18, 2008 at 14:45

  8. Olá Panóptico
    Inicilamente, gostaria de afirmar que salvo engano, este não deva ser seu nome, mas não faz mal que não o tenha colocado por ter seus motivos.
    Generalizações nunca foram ferramentas científicas de análise da realidade. Generalizações são alternativas de análise da realidade quando não se busca ou não se quer buscar bases estatísticas para a mensuração do dado que se pesquisa.
    Somente a Polícia Militar possui mais de 100.000 homens trabalhando para o bem estar da sociedade, sendo atendidas milhares de ocorrências diárias. Dentre essas ocorrências temos aquelas típicas de Bombeiros, Policiamento Urbano, Policiamento Florestal, Policiamento Rodoviário, etc.
    Destas milhares de ocorrências, a maioria maciça é de pessoas satisfeitas e contentes com o ótimo atendimento prestado (veja pesquisa de satisfação realizada pela Secretaria de Segurança Pública ou outros órgãos especializados).
    Desta feita, não tome um ou alguns casos como sendo a regra, pois a exceção deve ser tratada como exceção e não como regra.
    Tenho plena convicção de que servimos a sociedade com dignidade, sendo o respeito uma via de mão dupla, através da qual você muitas vezes é tratado da forma como trata seu semelhante. Portanto, trato meu semelhante como gostaria de ser tratado e assim entendo que a maioria dos Policiais o fazem.
    Sou policial e não sei de comprovação de que a corporação policial é um problema. O artigo supracitado é expressão da opinião de uma pessoa, garantido pelo direito democrático que todos lutamos para defender. Enfrento dificuldades para trabalhar não em razão de meus superiores, mas pela falta de respeito e senso de cidadania de certas pessoas que não sabem respeitar o direito do próximo, entendendo que seus direitos são ilimitados mesmo quando ferem os das outras pessoas.
    Espero ter sido o mais respeitoso contigo possível, apesar de não compartilhar com sua opinião. Entretanto, mesmo não compartilhando de seu parecer, morrerei lutando pelo seu direito democrático de expressar suas opiniões, ainda que divergentes das minhas.
    Abraços.

    Rogério.

    Rogério

    março 26, 2008 at 9:44

  9. Olá, Rogério.

    Sim, é uma opinião pessoal. E muita gente compartilha dela. Estatisticamente, como vc faz questão, cito breves reportagens relacionadas:

    Governo, polícia, Congresso e FMI são as menos confiáveis, segundo pesquisa Gallup, em FSP, 08/11/2002

    De acordo com a pesquisa do Datafolha, 59% dos brasileiros tem mais pavor do que confiança na polícia – o braço armado do Estado que está nas ruas para protegê-los., em FSP 12/03/2002

    Aumento de 48,6% nas ocorrências registradas contra polícias civil e militar no MT em 2007

    As mortes por agressão em supostos confrontos com a polícia é 18,5%. Segundo o Centro de Estudos de Segurança e Cidadania, estudos internacionais indicam que a participação tolerável das mortes provocadas pela polícia no conjunto das mortes por agressão é de 3%. Polícia é responsável por uma em cada cinco mortes por agressão , em FSP, 12/01/2008

    Entre 2005 e 2007, a pasta deixou de apontar em seus registros pelo menos 287 mortes cometidas por PMs, uma diferença de 19,33% FSP 12/03/2008

    Imaginar que a coporação está correta e a população errada é uma estratagema. Há anos a corporação diz que trata-se de alguns policiais corruptos, de excessões. Esse argumento a meu ver não ajuda em nada a melhoria do sistema policial e o conseqüente respeito à vida. Pelo contrário, este argumento só evidencia que a polícia não consegue punir estes “poucos policiais” e trabalhar como deveria. As declarações são sempre na linha “trata-se de excessão, estamos investigando e serão punidos”.

    Porém, pessoas continuarm sendo mortas sob custódia, torturas continuam acontecendo e os abusos são diários. É triste saber que a corporação criada e mantida pelo Estado para proteger o cidadão não consiga acabar com estas excessões, como vc chama.
    Listas de mortos por policiais e por homens não identificados e encapuzados

    Obrigado pelo comentário

    abraços

    panoptico

    março 26, 2008 at 15:05

    • Olha meu camarada, a profissão Policial Militar é divicil de ser entendida pelas pessos que tem conta acertar com a justiça, creio que você deve ser uma dessas pessoas. Se não tem conta acertar, deve ter alguem na familia que anda em caminhos errados ou coisa assim parecida. Então, não adianta tentar lhe mostrar o papel da plicia, como deve-se prosseder em determinada situação de abrodagem que isso não vai lhe convenser nunca. Garanto se fosse ao contrario você faria barbaridade ou seria um policial omisso, ou até mesmo daqueles funcionarios que gosta de se esconder atrás de uma carteira fazendo que esta trabalhando.

      notlide leugim

      julho 31, 2009 at 13:12

  10. Pelo amor de Deus se o povo brasileiro acha que devemos tratar meliantes com carinho, é porque nunca foram abordados por criminosos, depois que forem abordados, violentados vocês me respodem como devemos tratar bandidos no Brasil.
    Sei que existem excessões mais convenhamos a maioria das abordagens são feitas em marginais.

    Alex Ferreira

    abril 11, 2008 at 22:55

  11. Olá,meu nome é Bruno tenho 22 anos e moro na periferia de Sao Paulo, ja fui abordado varias vezes pela policia e algumas vezes nao fui bem tratado mas pensando calmamente em minhas atitudes talves tenha sido mais arrogante com os policiais do que eles estavam sendo comigo , pois procurei demonstrar minha insatisfaçao atraves de gestos e atitudes e esqueci que eles estavam trabalhando e levei pro pessoal. um fato que me fez pensar arrespeito foi que nunca havia precisado da policia ja tinha sido multado mas semana passada roubaram o carro da minha mae e os bandidos jogaram ela no chão ela quebrou o pulso ela ligou para a policia e um carro da policia foi ate ela atendeu bem ela e quando cheguei na delegacia vi que o outro carro da policia que estava la estava com a placa do carro da minha mãe anotado num papel colado com durex no painel com diversas placas de carros q tambem foram roubados.no outro dia o carro foi encontrado e tinha um carro da policia aguardando agente chegar.Pensei melhor arrespeito da policia pq que qual outro orgao do estado disponibiliza 3 carros para te socorrer, para encontrar e para tomar conta do seu patrimonio na chuva , eu naum sei se vc´s ja precisaram, tambem nao gosto de ser abordado mas quando precisei fui bem atendido e se abordacem e pegassem os ladroes que machucaram minha mae ficaria mais satisfeito ainda e pensando assim nao ligarei em ser abordado pela policia quem sabe nao estarão procurando alguem q machucou a mãe de outra pessoa .

    Bruno

    junho 27, 2008 at 3:22

  12. INFORMAÇOES ERRONEAS VISANDO APENAS O IBOPE …ASSOCIAÇÕES DE BAIRRO E CONSELHOS TUTELARES ONDE FUNCIONÁRIOS SAO TODOS EXPRESIDIÁRIOS QUE DEFENDEM MENORES MARGINAIS QUE ATERRORIZAM A COMUNIDADE QUE VIVEMOS TENDO A CERTEZA DA IMPUNIDADE COMO NO BAIRRO ONDE MORO QUE 2 INTEGRANTES DO CONSELHO TUTELAR FORAM PRESOS MÊS PASSADO ANDANDO COM 2 MOTOS ROUBADAS… OS MEIOS DE COMUNICAÇÃO NÃO MOSTRA ESTE TIPO DE MÁTERIA COMO TAMBEM NÃO ENTEREÇA A PUBLICAÇÃO SOBRE A SATISFAÇÃO DE PESSOAS QUE TIVERAM SEUS BENS RECUPERADO PELA POLICIA, CAPTURAS DE PROCURADOS ENTRE OUTRAS DEZENAS DE SERVIÇOS BEM PRESTADO POR ESTES PROFICIONAIS, MORO NA FAVELA E SEMPRE VEJO A POLICIA ABORDANDO VAGABUNDO E QUANDO UM CIDADÃO É ABORDADO VEJO COMO ACONTECEU COMIGO, É DISPENÇADO A ELE A MESMA EDUCAÇÃO COM QUE FORA CEDIDA AOS POLICIAIS, COMO EM QUALQUER LUGAR, COMO MINHA VÓ DIZIA “QUER RESPEITO ENTÃO RESPEITE” PORQUE A MIDIA NAO FAZ UMA MATÉRIA SOBRE COMO AS PESSOAS RECEBEM O ATENDIMENTO DA POLICIA OU COMO AS PESSOAS NAO RESPEITAM ELES… PERGUNTAS :
    POR QUE SE É TÃO RUIM, QUANDO PRECISAM POR QUALQUER BESTEIRA, DISCUÇÃO DENTRO DE CASA , ETC… A PRIMEIRA ATITUDE É CHAMAR QUEM NÃO PRESTA PRA AJUDAR ??? É RUIM CUMPRIR NORMAS ,E SERÁ QUE NÃO GOSTAMOS POR QUE SAO ELES QUE NOS OBRIGAM A CUMPRI-LAS ???? TODOS OS PREBLEMAS TEM NO MINIMO 2 PARTES E SEMPRE UMA ESTA SENDO OFENDIDA E A OUTRA ESTAR EM DESCONFORMIDADE COM A LEI, ESSA ULTIMA NAO FICARIA INSATISFEITA COM O SERVIÇO DA POLICIA ???
    E PARA ENCERRAR PQ QUANDO SOU ROUBADO CHAMO A POLICIA E NÃO OS BANDIDOS PARA ME AJUDAR APESAR DE DEFENDE-LOS …

    XXXX

    junho 30, 2008 at 13:52

  13. Meu nome é wagner, tenho 23 anos, moro na cidade de São Vicente, ja fui abordado algumas vezes e nunca fui bem tratado, sempre trabalhei e não gosto de vagundos, como em todo lugar tem neh, tenho minha moto e ando com o carro do meu pai e os vadios que moram na minha rua achm q sou boy, não sou boy sempre trabalhei em busca dos meus ideias e esses vadios eu nem comprimento, mais voltando a assunto, uma vez fui abordado 8 horas da manhã no portão de casa tomando um cafézinho, na época tinha 16 anos, fui super maltratado pelos policiais, nisso um tio meu q estava vontando do serviço me viu nessa situação e parou a moto e me perguntou se estava td bem, falei q não, ai os policiais perguntaram pra mim se ele era meu advogado, respondi q não era mais se precisa-se de um era só dar um telefonema, meu tio veio deus bom dia para os policiais e perguntou se eu era algum vagabundo pra eles estarem me agredindo verbalmente, eles ficaram calado, ai meu tio perguntou se eles presisavam de mais alguma informação minha pq se precisa-se ele iria me levar na delegacia e chamar um advogado para informa o q aconteceu na abrodagem, a mal educação dos policiais, e a vergonha q eles fizeram eu passar, ai os policiais pediram desculpa e foram emborra, nesse dia pra ca, procurei saber mais do meus direitos e hj se sou abrodado procuro demostra que seis os meus direitos, e se algum dia eu for agrdido por um não sei q ual será minha reação, mais queto não ficarei.

    Wagner

    julho 14, 2008 at 12:28

  14. eu acho que a policia tem que abordar sim,com energia,mas respeitando,todo cidadao ate que prove ao contrario.

    sandro santos leite

    setembro 19, 2009 at 15:31

  15. BOA NOITE!! EU ADMIRO O SERVIÇO POLICIAL MILITAR QUE ARRISCAM AS SUAS VIDAS PARA PROTEGER A SOCIEDADE, JA FUI ABORDADO A NOITE SENDO QUE OS POLICIAS MILITARES FORAM ENERGICOS POREM EDUCADOS. TAMBEM CONCORDO QUANDO ELES FALAM QUE NÃO TEM COMO ADIVINHAR QUEM É BANDIDO E QUEM É CIDADÃO DE BEM. ESTAVA CONVERSANDO COM UM POLICIAL MILITAR DO RIO DE JANEIRO E ESTE ME INFORMOU QUE GANHAVA MENOS DE MIL REAIS, OU SEJA MUITO POUCO PARA ALGUEM QUE ARRISCA A VIDA CONTRA A CRIMINALIDADE. SERA QUE NAO ESTA NA HORA DE UMA MUDANÇA DE ATITUDE POR PARTE DA SOCIEDADE.

    TIAGO

    janeiro 31, 2010 at 21:51

  16. PEÇO A DEUS QUE PROTEJA E GUARDE TODA A CORPORAÇAÕ E FAMILIARES DE TODOS OS BOMBEIROS DO BRASIL.E OS GOVERNANTES REVEJAM . OS SALÁRIOS DESTES VALENTES QUERREIROS. SOUZA REIS.

    EDSON REIS

    março 23, 2010 at 22:45

  17. quando criança meu sonho era ser policial mais hoje vejo
    q ser policial é ser nada sor um idiota se achando dono do mundo.

    João

    fevereiro 9, 2011 at 16:07

  18. Tenho 26 anos, sempre fui quando fui abordado, me senti seguro em saber que a policia está atuando. Sempre fui respeitado.
    Porém, na ultima vez em que fui abordado (jan2011), fiquei seriamente constrangido. Haviam 4 policiais (ou mais, pq não pude olhar pra trás), tive que ficar de pernas abertas e com meus pertences na mão, com o braço erguido, olhando para o chão, cerca de 15 minutos. Fui xingado de “Bestão” algumas vezes e de “Cú”, com o dedo apontado na cara. Foi no centro da cidade de Peruíbe, estava lá pra assistir um show do Exaltasamba, mas depois tive que ir embora por força e não poder voltar mais lá. Não podia olhar pra eles.
    Um policial exaltado me disse quando perguntei a ele, por que eu? Ele me com essas palavras:
    “-Tá cheio de ‘batidinha’ lá na delegacia de que tem ‘nêgo’ de bicicleta passando droga de aqui na beira da praia, é atitude suspeita.”
    Mas o detalhe é que tinham mais de 300 bicicletas por perto.
    Estava só assistindo um futebol na praia enquanto não começava o show.
    O que se consegue com isso?
    Eu fiquei revoltado. É isso que eles querem?
    Não é com ignorancia que se combate o crime.
    Este último episódio me fez sentir ódio. Até hoje sofro com esse sentimento que ganhei de graça e desnecessariamente.
    Não sou contra as abordagens.
    Sou a favor da racionalização, do diálogo e do respeito.

    Jar

    fevereiro 25, 2011 at 2:11

  19. A mídia controla a corrente de pensamento militar.
    Assistem filmes de Hollywood ou da Globo feito por estrelas e empatizam com personagens, que infuncionáveis na vida real, mas na tela e no pensamento são fortes, valentes e heróis; não se vive a vida própria; o personagem perfeito o dominou.
    Vamos viver a vida de acordo com nosso país, e não com a influência de um país norte americano rumo a crise ideológica.
    Espero que com a chegada da copa, a união brasileira tenha personalidade própria e não use termos ou desculpas aterrorizantes para atuar como os jogadores de ‘Counter Strike’.

    Juca

    fevereiro 25, 2011 at 2:28

  20. Aos primeiros depoimentos: voces entendem tudo de lei, nao é mesmo??? Sabem, também,quais são todos os seus direitos??? Só não sabem o básico: escrever!!! Puta que pariu!!! Vão estudar!!!

    Sousa

    janeiro 4, 2013 at 16:17


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: